Província do Quebec e seus encantos

Quem já escolheu o Canadá como futuro lar, com certeza já ouviu falar da Província do Québec, seus encantos e de seus variados programas de imigração. Também já deve ter lido muitos prós e contras sobre morar na província, e sei que deve ficar confuso (a) quanto à predominância do Francês em um país que também tem o inglês como idioma oficial. Prometemos acabar com todas essas questões em nossa série de posts sobre a província do Québec no Canadá, começando com a província em si.                                                       
Tudo se inicia nos anos 1.600 quando os colonizadores franceses e ingleses começaram a se alastrar pelas terras canadenses.  Os franceses ficavam, na sua maioria, as margens do Rio São Lourenço, Grandes Lagos e Rio Mississipi, e os ingleses em torno da Baía de Hudson e na Costa Atlântica, justamente foi aos arredores do Rio São Lourenço que se desenvolveu a província do Québec. E então as duas colônias foram evoluindo ao longo do século de maneira independente, porém devido às amargas rivalidades entre Inglaterra e França o Tratado de Paris concedeu a Inglaterra grande parte do território francês a leste do Mississipi, fazendo com que todos os 65.000 habitantes de língua francesa do Canadá deixassem de lado a sua história, cultura e tradição.

Québec River-ice school

Entretanto em 1774 a Grã-Bretanha aprovou o Ato do Québec, que reconhecia oficialmente os direitos civis franceses e garantia liberdade religiosa e linguística. Mas devido as rebeliões de 1837 e 1838 as duas colônias foram unidas, formando desta maneira a Província do Canadá que em 1848 foi autorizada a ter um governo autônomo. Leia mais sobre em COMO SURGIU O CANADÁ DAY e FERIADO NACIONAL DO QUEBEC.
Por isso que hoje 80% da população do Québec se comunicam em francês, os chamados francófonos. Esta é a maior província do país e o maior produtor de energia elétrica do Canadá. Cerca de 26% dos produtos industriais e agropecuários das terras geladas são produzidos na região, sendo os principais roupas, aviões, alimentos, madeira e derivados químicos.
Com uma população de 7,6 milhões de habitantes, o Québec é a segunda maior província e mais populosa do Canadá, possui uma área de 1.542.056 km² e sua capital é a Cidade do Québec, segunda principal cidade da província perdendo apenas para Montreal em contingente  populacional.
Entrando para a polêmica questão do clima, SIM as cidades do Québec são extremamente geladas do inverno! Podendo alcançar -35°C e também tem as tempestades de neve na Cidade do Québec, por exemplo, onde o ar é quente e úmido provocando tempestades violentas durante passagens das frentes frias. Porém, os verões costumam ser quentes e úmidos com picos de até 35°C. Mas não se deixe enganar achando que morrerá de hipotermia assim que o inverno chegar, lá no Canadá a população sabe dos frios intensos e por isso é devidamente preparada para isso, com potentes aquecedores nos estabelecimentos e as casas costumam a ser climatizadas já para evitar passar frio nestas épocas, ou seja, só passa frio quem fica muito tempo na rua.

snow-quebec-city-canada-ice school

A província num todo possui um custo de vida considerado baixo, porém a região de língua francesa possui as taxas de impostos mais altos de todo o Canadá onde o menor imposto sobre o salário é de 16%, enquanto outras províncias aplicam taxas entre 4 e 11%, o que pode ser uma desvantagem para quem não esta a fim de pagar altos impostos.
A região do Québec possui uma grande diversidade de culturas e histórias devido ao extenso número de imigrantes ao longo da história, cada cidade possui suas características, peculiaridades e belezas diversificadas. Mergulhando no Québec a cada post iremos explicar um pouco mais sobre cada cidade da província francófona, fique ligado!  

Fontes:
Canadá para Brasileiros
Brasileiras pelo mundo
Canadá internacional